visitas

sábado, 28 de fevereiro de 2009

SE ME FALTA O AR, RESPIRO

Se me falta o ar, respiro
se me falta o chão, eu corro
se me falta a luz, eu miro
o cume do alto morro.

Se me falta pão, me viro
se o aço fere, peço socorro
se a guerra é certa, me retiro
me escondo por baixo do forro.

Mas se me falta você, piro
grito, esbravejo, faço esporro
se diz que não vem. me estiro
na frente do trem, expiro, morro.

[PEDRO ARUVAI]

2 comentários:

Filosofia de gaveta disse...

Sempre admirada com que escreves meu amigo!

Parabéns


Um beijão

José Pedro da Silva disse...

obrigado, anjo!!!!