visitas

sábado, 18 de dezembro de 2010

Sou desconhecido


desenho de PEDRO ARUVAI


Meu telefone não toca
Meu blog não faz sucesso
Ninguém quer sair comigo
Ninguém me convida pra jantar
Sou desconhecido!

Há tempo que não beijo
Há tempo que não faço amor
Há tempo que não vou ao cinema
Há tempo que ando sozinho
Sou desconhecido!

Ninguém sabe de mim
Ninguém sabe que eu existo
Nem eu sei de mim mesmo
As vezes nem sei se existo
Sou desconhecido!

Sou diferente de tudo
Mas sou parecido com tudo
Não sou desse mundo
As vezes acho que sou desse mundo
Mas sou desconhecido!

Ainda deixo rastos no chão
É um sinal que ainda estou vivo
Ainda faço sombra sob o sol
E a agua da chuva me molha
Mas sou desconhecido!

Mudei de endereço
Mas continuo no mesmo
Para quem não me conhece
Não me encontrar
Sou desconhecido!

Não ter o que dizer
Ou dizer o que não importa
A quem não quer me ouvir
Pois o que falo não interessa
Sou desconhecido!

PEDRO ARUVAI

6 comentários:

Assis Freitas disse...

estratégias para desaparecer, a invisibilidade cotidiana

João52 disse...

Passando para desejar um feliz e Santo Natal...


Saudações poéticas

Crista disse...

buááááááááááá....então eu sou NADA para ti...snif...sniff...snifff...
Como podes ser desconhecido se te CONHEÇO e te ADORO ?????????????
Tá bommmmmmmmm...eu vou embora....
Bom domingo e finalzinho de dezembro \o/...
Um beijo inteirinho para ti...se não fosses tu...seria só 1/2 beijo...rsrsrsrsrs....
Vou embora mas não te largo...heheheeeeeeeeeeee...

Pedro Aruvai disse...

obrigado a todos pelos comentarios.
bom final de ano a todos.
um otimo 2011 a todos.

abraços!!!!!!

Sylvia Rosa disse...

PEDRO... Faço como Fernando Pessoa tão lindamente ensina, ame-se, feche todos os ciclos, e permit-ase viver, descubra-se e seja tão intenso deixando que a vida, ao menos se aproxime de você, assim novas etapas surgirão, como Luz de sol na sua vida...
Ainda bem que esses momentos passam como tudo na vida...
Bj amigo e Feliz 2011

Pedro Aruvai disse...

obrigado Sylvia, beijão linda.